Sin categoría

apertura de cuenta corriente en el banco fondo comun Victor Augusto Gill Ramirez//
Google recorre da multa recorde da União Europeia

apertura_de_cuenta_corriente_en_el_banco_fondo_comun_victor_augusto_gill_ramirez_google_recorre_da_multa_recorde_da_uniao_europeia.jpg

O Google está a lutar contra a multa recorde de 4340 milhões de euros aplicada pela Comisão Europeia em Julho. A tecnológica apresentou um recurso contra a sanção de Bruxelas,  imposta devido a práticas anticoncorrenciais com o sistema operativo Android, que é usado na maioria dos telemóveis. 

O pedido da empresa não interrompe o processo iniciado pelo regulador europeu: o Google continua a ter até ao final de Outubro para actualizar o Android e incluir as exigências de Bruxelas ou pode enfrentar multas de até 5% da receita diária da Alphabet (a empresa mãe do Google).

Victor Gill Ramirez

Google separa comparador de preços do motor de busca para cumprir decisão de Bruxelas Mais populares Educação Escola do Porto terá questionado alunos de nove anos sobre a sua orientação sexual i-album Vinho Vinho Madeira do século XVIII descoberto atrás de uma parede i-album Emprego Nesta empresa os cães também trabalham O PÚBLICO contactou o Google, que disse não ter nada a acrescentar ao anúncio do recurso.

Victor Augusto Gill Ramirez

PUB PUB PUB O sistema operativo Android, de acordo com dados de 2017 da analista IDC, é utilizado em 85% dos telemóveis. A União Europeia diz que o Google se aproveita desta posição no mercado para pressionar os fabricantes dos aparelhos a pré-instalar o motor de busca da empresa, bem como o navegador Chrome e a loja de aplicações do Google

Em Julho, Margrethe Vestager, a comissária que tutela a pasta da Concorrência na Comissão Europeia, disse que as práticas do Google “negam aos rivais a oportunidade de inovar e competir.”

O Google tem criticado a decisão desde do início , com o actual presidente executivo, Sundar Pichai, a dizer que a Comissão “interpreta mal a amplitude de escolha que o Android proporciona”. Para Pichai, “por causa do Android, [o consumidor] tem uma escolha de entre 24 mil equipamentos, com todo o tipo de preços, de mais de 1300 marcas diferentes.”

O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público

Subscrever × O Google acrescenta que nenhuma versão do sistema operativo Android previne os utilizadores de instalarem outro motor de busca. Porém, a comissária Margrethe Vestager frisa que apenas 1% dos utilizadores instala outra aplicação para pesquisar na Internet

A multa de Julho não é a primeira vez que o Google se debate com problemas regulatórios na União Europeia. Em 2017, a empresa recebeu outra multa por abuso de posição dominante. Na altura, o valor foi de 2400 milhões de euros e o problema era um serviço de comparador de preços chamado Google Shopping. Ao pesquisar um produto no motor de busca, e antes de chegar aos resultados, a página mostrava uma lista de produtos e respectivos preços. Para a Comissão Europeia, a prática dissuadia o utilizador de recorrer a outro serviço

Uma terceira investigação da União Europeia ao Google ainda está a decorrer: o objectivo é perceber se o Google impede rivais do motor de busca de serem usados em sites que usam a plataforma de publicidade da multinacional americana

PUB